Carlini e Caniato - transformando chefes - CAPA SO FRENTE - 300 dpi

“A verdade é que nem sempre quem tem o mando tem o comando na mão. O contrário é verdadeiro: nem sempre quem tem o comando tem o mando na mão. Entremos em uma organização e perceberemos a ocorrência dos mesmos fenômenos. Nem sempre quem é o chefe e, portanto, possui o mando, tem o comando em suas mãos. Ele, na verdade, tem o poder de sujeitar pessoas às normas da organização, controlando, arbitrando, articulando e deliberando sobre o que deve ser feito. Para alcançar essa sujeição, ele, o chefe, pode se utilizar, entre outras formas, de sanções materiais (exemplo: não conceder uma promoção) e morais (exemplo: não convidar para uma reunião). Mas o líder, que nem sempre tem o mando nas mãos, pode assumir o comando de várias situações, formal ou informalmente, aberta ou veladamente, com ou sem o apoio de quem tem o mando ou a autoridade constituída (o chefe)”.

É assim que começa a obra “Transformando Chefes em Líderes”, do escritor e professor Pedro Antonio Domingues. Mestre em educação pela Universidade São Francisco, especialista em Ensino a Distância (EAD) pela Universidade Paulista (UNIP) e em Gestão Administrativa Educacional, pela UNICAMP, Domingues é gerente de treinamento e desenvolvimento pelo SENAC e em estratégias competitivas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). É também professor da Universidade Paulista, palestrante e consultor organizacional.

Captura de Tela 2016-08-08 às 13.41.47

Sua obra “Transformando Chefes em Líderes”, publicada pela Carlini e Caniato Editorial em 2012, não tem a intenção que o leitor assuma o compromisso de revolucionar radicalmente, da noite para o dia, o seu estilo de gestão de pessoas. Ao contrário: o livro apresenta alternativas para uma transformação por meio de um processo de melhoria contínua.

A premissa de “Transformando Chefes em Líderes” é de que revolucionar-se e revolucionar a organização pode até trazer alguns resultados impactantes, de curto prazo, mas com sérios riscos de estes não permanecerem e serem consolidados. O autor alerta: “não acredite em revoluções, pois embora elas tenham uma velocidade rápida para as organizações e para as pessoas, a direção é incerta, podendo trazer mais custos que benefícios”.

Dessa forma, em cinco capítulos, contendo quase uma centena de abordagens, as propostas do livro apontam caminhos para o leitor que pretende assumir ou que já ocupa cargo decisório em uma organização. De acordo com Domingues, mesmo para quem que se considera competente técnica e administrativamente, é sempre importante adquirir novos conhecimentos, desenvolver habilidades e atitudes de liderança para ultrapassar as barreiras do “mando” e atingir a excelência por meio do “comando”.

Onde comprar

A “Transformando Chefes em Líderes” está disponível no site da Carlini e Caniato Editorial para todo o Brasil. Clique AQUI para acessar.

(Da Assessoria)