POEMA-DEVAQUEANDO

(Na foto: Ilustrações do livro “Norte”)

Como é a vida de um cuiabano, filho de nordestinos, que busca sua identidade sem esquecer de suas raízes? Este tema é tratado com cuidado e lirismo no livro “Norte”, do professor Everton Almeida Barbosa. A obra será publicada em abril pela Carlini e Caniato Editorial. As ilustrações ficaram por conta de Francisco de Assis Pereira de Araújo.

“Norte” é composto de 24 poemas, no quais Barbosa revela a perspectiva de um filho de nordestinos nascido em Cuiabá. Este personagem lida a todo momento com as diferenças culturais, precisando reformular seus valores e identidade herdados por meio da memória dos pais, ressignificando sentidos e costumes através da construção poética. “Produzindo a poesia, o eu lírico procura produzir também sua própria identidade e maneira de ver o mundo”, disse o autor.

perfil

A produção de “Norte” começou de forma despretensiosa. A princípio, Everton não tinha como objetivo escrever um livro. Em 2009, ele esboçou um poema sobre a cultura nordestina. Depois escreveu outro poema e assim por diante, até chegar ao número atual. “Quando escrevi um ou dois poemas já direcionados ao tema, comecei a persegui-lo mais frequentemente quando escrevia”, contou Barbosa.

Para o autor, escrever tornou-se um exercício diário. “Já havia escrito poemas antes, mas decidi num determinado momento por escrever diariamente para tentar desenvolver uma forma particular de escrita e de perspectiva. Foi também um exercício de auto-análise. Depois de certo tempo, consegui definir a forma e o ponto de vista que eu esperava e, a partir daí, comecei a pensar num livro e escrever poemas direcionados a isso”, revelou.

“Norte” é uma das dez obras vencedoras do Prêmio Mato Grosso de Literatura. O lançamento oficial, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC), está marcado para o começo de abril. Na ocasião, estarão presentes, além dos dez escritores premiados, o governador do Estado, Pedro Taques, e o secretário de cultura, Leandro Carvalho. Sobre a iniciativa da SEC, Barbosa afirmou: “Todo incentivo à criação artística é válido e importante quando incentiva a livre criação, sem restringi-la a um tema ou vinculá-la a alguma ideologia específica”.

POEMA RODA

Sobre o autor

Everton Almeida Barbosa, 35 anos, nasceu em Cuiabá. Atualmente, mora em Tangará da Serra, onde trabalha como professor universitário. Começou a escrever na adolescência de forma esporádica. Já adulto, procurou escrever  frequentemente, como busca de expressão poética. “Norte” é seu primeiro trabalho literário.

POEMA MARCA 2

(Da Assessoria)