IMG_0901

(Foto por: Rafaella Zanol/GCom-MT)

Será realizada nesta terça-feira (14), às 19h30 no Palácio Paiaguás, a cerimônia de premiação das nove obras contempladas no 1º Prêmio Mato Grosso de Literatura. Os autores receberão troféus e irão autografar seus livros em uma noite especial que contará com a presença do governador Pedro Taques, do secretário de Cultura, Leandro Carvalho e de Ricardo Medeiros Ramos Filho que, além de ser um dos pareceristas, é neto do escritor Graciliano Ramos. Na ocasião haverá ainda o lançamento da segunda edição do prêmio e do Ano Manoel de Barros.

“Será uma noite de celebração do livro, da leitura e da criação literária. Novos autores ao lado de escritor experientes, de vários municípios do Estado, recebendo o primeiro Prêmio e inaugurando um novo momento da literatura mato-grossense”, destaca Leandro Carvalho.

Lançado em julho do ano passado, o Prêmio MT de Literatura tem como objetivo apoiar a publicação de obras literáriasbem como incentivar a produção, valorizar e promover escritores residentes em Mato Grosso. Do total de nove obras selecionadas, cinco são de autores do interior do Estado.

A seleção dos textos foi feita por uma comissão técnica formada por profissionais da área, entre eles Ricardo Ramos Filho. O escritor possui 19 livros editados no Brasil e dois no exterior, publicados em Portugal e nos Estados Unidos. É mestre em Letras no Programa de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Desenvolve pesquisa na área de literatura infantil e juvenil onde vem trabalhando academicamente o avô Graciliano Ramos, privilegiando o olhar sobre seus textos escritos para crianças e jovens. Além disso,  ministra diversos cursos e oficinas literárias na Escola do Escritor (literatura infantil, roteiro de cinema, poesia, conto e crônica).

Ricardo é ainda roteirista de cinema com roteiros premiados. Atua como coach literário, orientando clientes na elaboração de seus livros e é cronista da revista literária eletrônica Escritablog. Além do Prêmio Mato Grosso de Literatura, ele participou como jurado de outros concursos literários como Portugal Telecom e o Prêmio São Paulo de Literatura.

Os outros jurados são: Agnaldo Rodrigues da Silva. Pós­ doutorado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mestrado e doutorado em Letras pela Universidade de São Paulo, foi professor efetivo adjunto, pró ­reitor de Ensino de Graduação e atualmente é diretor do Centro de Pesquisa e Museu de Arqueologia, Etnografia, Paleontologia e Espeleologia na Universidade do Estado de Mato Grosso.

Epaminondas de Matos Magalhães: com doutorado em Letras­ Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2014), mestrado em Estudos de Linguagem pela Universidade Federal de Mato Grosso (2010) e graduação em Letras­ Língua Portuguesa, Inglesa e respectivas Literaturas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (2006). Atualmente é professor efetivo do Instituto Federal de Mato Grosso­ Campus Pontes e Lacerda.

Manoel de Barros

Nascido em Cuiabá em 19 de dezembro de 1916, o poeta completaria 100 anos em 2016. Falecido em 13 de novembro de 2014, Manoel de Barros receberá uma justa homenagem com a instituição, por meio de decreto governamental, deste ano como o dos 100 Anos de Nascimento de Manoel de Barros, a ser celebrado até 31 de dezembro deste ano.

Uma comissão composta por representantes da Secretaria de Estado de Cultura, de Educação, Gabinete de Comunicação e da Casa Civil promoverá atividades comemorativas em alusão à vida e realizações do escritor mato-grossense.

Manoel de Barros é considerado um dos maiores poetas do Brasil, aclamado nos círculos literários e cuja obra é reconhecida mundialmente.

Conheça um pouco sobre as obras contempladas nesta primeira edição do Prêmio Mato Grosso de Literatura clicando AQUI.

(Da Assessoria/GCom-MT)