Captura de Tela 2016-07-27 às 00.26.36

Contendo 256 páginas e diversas fotografias, o livro “Ofício e Arte”, de João Antonio Botelho Lucidio, é um estudo sobre alguns dos fotógrafos que passaram ou viveram em Mato Grosso entre 1860 e 1960. A obra, publicada em 2008 pela Carlini e Caniato Editorial, em co-editoria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), está disponível para todo o Brasil no site da editora.

“Ofício e arte” não é um apanhado de pequenas biografias, mas uma reflexão de aspectos e momentos da história mato-grossense a partir das lentes e olhares perspicazes e, às vezes ingênuos, de homens que enfrentaram o sertão em lombos de burros, navegando rios, em boleias de caminhões ou em pequenos aviões. Estes homens deixaram registros em imagens fotográficas de situações, eventos, pessoas, obras e paisagens.

Desde 1860 que os jornais de Cuiabá noticiavam a vinda de fotógrafos à cidade, onde ficavam por dois ou três meses. Naquele período a fotografia era um produto muito caro e poucos podiam usufruir a novidade. Com o passar dos anos e com o emprego de novas tecnologias esses panorama foi sendo alterado. Em certa medida este estudo acompanha de que modo o uso da fotografia foi ampliado e se tornou parte dos hábitos de consumo dos mato-grossenses.

“Ofício e Arte” abrange um período temporal muito amplo e o momento em que o Mato Grosso possuía uma dimensão física gigantesca, mais de 1,5 milhões de quilômetros quadrados, e compreendia parte do que hoje é o estado de Rondônia e todo o Mato Grosso do Sul. Deste modo, ao proceder o estudo, que deu origem ao livro, foi necessário um conjunto de recortes. Em assim sendo muita coisa ficou por se dizer e outras foram mais privilegiadas, o fator determinante nas escolhas foi a possibilidade de acesso às fotografias.

O trabalho encontra-se dividido em três partes: “Retratos e Vistas: o século XIX”; “O Disseminar da Fotografia: o século XX”; e “As Capitais: Vila Bela e Cuiabá”. Veja abaixo algumas das fotografias de “Ofício e arte”:

foto02_carro-web foto03_meninos-web foto04_casal-web foto05_escola-web foto06_oca-web foto07_aviao-web foto08_cafe-web foto09_capitao-web

Sobre o autor

João Antonio Botelho Lucidio é professor do Departamento de História da Universidade Federal de Mato Grosso. Graduado em História pela Universidade Federal de Ouro Preto, mestre pela Universidade Federal Fluminense e doutor pela Universidade Nova de Lisboa. Nos últimos anos, João Antonio tem dedicado muito de seu tempo a localizar e organizar acervos fotográficos, tanto de instituições, como coleções privadas (de famílias).

O trabalho de João Antonio é fruto de longa pesquisa e de um conjunto de reflexões teóricas e, em certa medida, dialoga com diversos autores que, nos últimos tempos, têm se debruçado sobre o estudo do uso das imagens na produção do conhecimento em História.

Onde comprar

Você pode comprar a obra “Ofício e arte”, de João Antonio Botelho Lucidio, no site da Carlini e Caniato Editorial. Clique AQUI para acessar.