Captura de Tela 2016-07-27 às 00.02.31

(Foto: Reprodução/ Ramon Barbosa Franco)

“ – Está aberta! – gritou, antes de entrar. Invadiu a sala; tudo estava em ordem. Passou pela copa e foi até a cozinha. Tudo em ordem. Decidiu subir as escadas. Mas aí já estava com o revólver em punho. À medida que subia os degraus, passou a sentir um cheiro forte vindo do banheiro, onde jazia uma enorme poça de sangue; a porta estava trancada. Com o coturno, deu um golpe seco e forte, e ela se abriu. No chão, estavam os dois corpos nus. O sangue havia atraído moscas”.

O trecho acima é uma pequena amostra da prosa dinâmica e narrativa envolvente do livro “A próxima colombina”, de Ramon Barbosa Franco. O romance policial, publicado em 2014 pela Carlini e Caniato Editorial, está disponível para todo o Brasil através do site da editora.

Ramon Barbosa Franco nasceu no interior de São Paulo. Seus dois trabalhos literários (“Contos do Japim” e “A próxima Colombina”), no entanto, foram publicados pela editora mato-grossense. O autor, que é formado em jornalismo, conquistou prêmios literários nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Suas narrativas foram publicadas nas coletâneas “Mapa Cultural Paulista 2009-2010” e “V Concurso Municipal de Contos – Prêmio Prefeitura de Niterói”, em 2007.

“A próxima Colombina”, primeiro romance de Ramon, conta a história de um misterioso Pierrô que, em sua obstinada loucura, espalha o medo na cidade e nas mulheres que vão sendo eliminadas, impiedosamente, uma por uma. Lúcio, o delegado, tem outros crimes para resolver e nem se dá conta de que está diante de um serial killer.

Segundo o autor, o enredo se passa numa cidade média do interior do Brasil e destaca também o trabalho da Polícia Civil para desvendar a série de crimes. O personagem Lúcio, delegado da trama, foi inspirado em delegados com quem Ramon conviveu durante o seu período de repórter policial.

“A próxima Colombina foi uma grata surpresa. O texto prendeu-me de forma que não tive como largá-lo. Brilhante, intrigante, instigante”, foi o que o escritor Romulo Nétto, autor de “Sertão de Sangue”, dentre outros, escreveu sobre o livro de Ramon. 

Já o poeta e dramaturgo Cid Cândido de Oliveira disse, por ocasião do lançamento: “Este livro do Ramon é muito interessante porque ele fala na procura, no desejo, na busca e na utopia de se retirar a máscara da colombina. E colombinas existem milhares por aí. Milhares de pessoas são colombinas. Acredito que o Ramon foi muito feliz nesta história porque estamos sempre procurando as nossas colombinas desmascaradas, as nossas frontes estão sempre procurando o amor verdadeiro, sempre na procura do caminho real do amor”. 

Onde comprar

Você pode adquirir o livro “A próxima Colombina”, de Ramon Barbosa Franco, no site da Carlini e Caniato Editorial. Clique AQUI para acessar.

(Da Assessoria)