04

Não há dúvidas sobre a importância da leitura na vida de uma criança e, também, de um adulto. No entanto, o brasileiro médio ainda vive longe dos livros. Uma pesquisa realizada pela Federação do Comércio do Rio de Janeiro sobre os hábitos culturais dos brasileiros revelou que 70% dos entrevistados não leram um único livro em 2014. Os dados, publicados em 2015, abrangem 70 cidades de nove regiões metropolitanas.

Outro dado alarmante foi apresentado em um discurso feito no Seminário Internacional sobre Políticas Públicas do Livro e Regulação de Preços. Na ocasião, o ministro da cultura, Juca Ferreira, revelou que o brasileiro lê em média 1,7 livros por ano.

Uma forma de evitar este cenário onde os livros apenas fazem parte da decoração é ler para as crianças desde cedo. Selecionamos cinco livros infantis, do selo TantaTinta, que não apenas colocarão as crianças em contato com o mundo literário, mas também com a cultura mato-grossense.  Todas as obras indicadas estão disponíveis no site da Carlini e Caniato Editorial.

“Arco-íris: poemas infantis”, de Rosana Caldas

Arco-Iris

A obra contém 27 poemas voltados para o público infanto-juvenil, acompanhados por delicadas e bem humoradas ilustrações exclusivas. Arco-íris é fruto de muita criatividade e sensibilidade da autora, a qual nas páginas deste livro materializa seu desejo em despertar, não somente em suas filhas, mas em todas as crianças o poder de se deixar transportar pela literatura. Os poemas passeiam pelo mundo das cores, dos sonhos e das virtudes, fazendo de sua leitura uma deliciosa brincadeira.

Veja AQUI.

“Cabelo Ruim?”, de Neusa Baptista Pinto

Cabelo-Ruim

A descoberta da beleza própria e a auto-aceitação são o assunto central deste livro. A história da amizade entre três meninas negras e pobres, que enfrentam as manifestações preconceituosas com relação ao seu cabelo crespo e vão, aos poucos, aprendendo a aceita-lo, a brincar com ele e amá-lo do jeito que é. Surgem novos penteados e com eles também novas formas de ver a si e ao outro, coragem e ousadia para fazer e ser diferente.

Veja AQUI.

“Serelepiando com poesias”, de Iraci Conceição Romagnolli Dias

Sarelepiando

São quinze poemas que compõem a obra delicadamente ilustrada por verdadeiras poesias visuais. Os textos falam sobre uma enorme riqueza natural brasileira valorizando a diversidade de sua fauna, flora, biomas  e do próprio ser humano, em versos singelos. No entanto permeia também a obra um forte alerta aos cuidados que devemos ter para com esta mesma fabulosa natureza.

Veja AQUI.

“Doce de Formiga”, de Marta Cocco

Doce-de-Formiga

Quem gosta mais de doces, crianças ou formigas? Ou formigas seriam as crianças devorando as doces poesias de Marta? Doce de Formiga é isso: Parece uma brincadeira, instiga a imaginação, é gostoso de ler e de ver. Alegre, divertido e com muita inteligência atrai crianças e adultos com suas saborosas palavras docemente combinadas por Marta.

Veja AQUI.

“Os irmãos ninjas contra o pato de borracha”, de Lucas Bussiki Corrêa da Costa

Os-irmaos-ninjas-contra-o-pato-de-borracha

Três garotos ninjas envolvem-se numa aventura contra o maléfico “O Pato de Borracha”. Muita criatividade e emoção permeiam a história escrita por Lucas aos 10 anos de idade. Uma história de criança para criança!

Veja AQUI.

(Da Assessoria)