capa-nota-de-cinco-luck

Imagine a cena: Um escritor, voltando de Chapada dos Guimarães para Cuiabá de ônibus, recebe de troco uma nota de dez. Mas não uma nota qualquer, pois esta em específico está marcada com um nome e um telefone. Desse acontecimento rotineiro, surge uma ideia. E dessa ideia, um romance.

img-20160923-wa0013

Foi assim a origem do livro “Nota de cinco”, do escritor Luck P. Mamute. A obra, publicada pela Carlini & Caniato Editorial, é uma das vencedoras do edital de incentivo à cultura da Prefeitura de Cuiabá. O lançamento coletivo, com a presença dos autores contemplados, está marcado para 22 de novembro, no Sesc Arsenal.

De acordo com Luck, “Nota de cinco” é um suspense com um final inesperado. A sinopse do livro não foge aos acontecimentos reais: Um rapaz recebe de troco uma nota de cinco reais e essa nota muda toda a sua vida. Daí para a frente, entra a imaginação do escritor para conduzir o leitor pelos caminhos da ficção.

“Trabalhei no livro por uns dois meses. Não tinha mesa na kitnet onde morava na época. Eu colocava o monitor em uma cadeira, me sentava no chão e mandava brasa. Foi muito intenso”, contou Luck. Sobre seu processo criativo, o autor explicou que, antes de começar, montou uma playlist para colocá-lo no clima da história. “Essas músicas me acompanham até o final do que estou escrevendo”.

Luck começou sua carreira literária como leitor. Foi na adolescência que começou a experimentar com a escrita. “No início da juventude, comecei a escrever poemas e músicas e continuo até hoje com essa mania. Mas só depois que li ‘O Lobo da Estepe’, de Hermann Hesse, com uns dezenove anos, que tive vontade de escrever um livro”, disse.

Desde então, sempre tem consigo um caderno e uma caneta. Apesar de “Nota de cinco” ser seu romance de estreia, Luck contou que já finalizou seu quarto livro e que espera lançar um por ano “até o final da vida”.

Sobre os editais e prêmios culturais, o autor ressaltou que esteve desde o início na luta pelas leis que incentivassem a arte e cultura. “Em 1995, acampamos na frente da Assembleia Legislativa e fizemos muita pressão para termos uma lei de cultura regulamentada. Lei de incentivo é fruto de muita luta e não um privilégio. Ainda teremos muitas batalhas pela frente”, finalizou.

Sobre o autor

Luck P. Mamute, 41 anos, nasceu em Tangará da Serra, mas reside em Cuiabá desde a infância. “Nota de cinco” é seu primeiro romance.

Carlini & Caniato Editorial

Rua Nossa Senhora de Santana, 139 – sala 3 – Edifício Acará
Bairro Goiabeira – Cuiabá – Mato Grosso
CEP.: 78020-122
Tel.: 65 3023-5714

Facebook: clique AQUI.

(Da Assessoria)