Conhecendo a Fauna do Pantanal 3 ed CAPA

Há várias formas de se combater o analfabetismo e estimular o hábito da leitura nas pessoas desde a infância. Contação de histórias, teatro infato-juvenil, música e outras atividades. Um dos projetos que podemos citar neste sentido é o desenvolvido pela professora Iraci C. Romagnolli Dias.

Junto com a escritora Teresinha Helena da S. Ferreira, Iraci escreveu o livro infantil “Conhecendo a Fauna do Pantanal de A a Z”. Publicado pela Carlini e Caniato Editorial em 2004, a obra didática torna possível aprender a ler e escrever de forma diferente. Através do despertar do interesse sobre a fauna do Pantanal, a criança não só é alfabetizada, como também se conscientiza sobre a conservação da natureza. O livro chegou em sua terceira edição em 2012 e é sucesso entre escolas particulares de Cuiabá.

A obra foi utilizada na alfabetização de alunos do colégio Salesiano Santo Antônio, onde Iraci lecionava desde 2001. Lá, a ideia surgiu com o projeto “Animais do Pantanal: motivação para uma alfabetização significativa”, que mais tarde tornou-se o livro “Conhecendo a Fauna do Pantanal de A a Z”.

Esta discussão sobre métodos de alfabetização foi lembrada pelo governador do Estado, Pedro Taques, durante a cerimônia de entrega do Prêmio Mato Grosso de Literatura, que aconteceu no dia 14 de junho. Na ocasião, Taques firmou um compromisso para erradicar o analfabetismo em Mato Grosso. Taques também relembrou seu acordo, feito durante a campanha eleitoral em 2014, de colocar livros produzidos por mato-grossenses nas escolas da rede pública.

Premio-Literatura_JrSilgueiro (24)

(Pedro Taques em seu discurso durante a entrega do Prêmio Mato Grosso de Literatura. Foto por: GComMT/Junior Silgueiro)

“Eu tenho vergonha disso. Não que nós tenhamos a soberba de dizer que o saber seja mais importante que a sabedoria. O saber é formal, a sabedoria independe de você saber ler ou escrever. (…) Eu estou propondo aos senhores e às senhoras que aqui se encontram um pacto contra isso. Pra que nós possamos juntos. Aqueles que sabem ler, aqueles que podem ensinar, junto com a Secretaria de Cultura, junto com a Secretaria de educação. Mas isso é pouco. Junto com aqueles que escrevem, com a Academia Mato-Grossense de Letras, o Instituto Histórico e Geográfico, possamos tirar essas pessoas da escuridão do analfabetismo”, disse o governador.

Ainda com esta temática, a Carlini e Caniato Editorial, sob o selo Tanta Tinta, desenvolveu o projeto “Leitura e Música com o Pantanal”, em parceria com a Orquestra do Estado de Mato Grosso. O projeto teve como objetivo a realização de oficinas de capacitação de incentivo à leitura e apreciação musical para professores da rede pública de ensino municipal das cidades da baixada cuiabana. Outra meta foi o desenvolvimento de material pedagógico de suporte para as atividades propostas, composto por 2 livros: “Aprendendo com a Fauna do Pantanal” e “Música em Mato Grosso”. No entanto, por falta de recursos, o projeto ainda está no papel.

“Conhecendo a Fauna do Pantanal de A a Z”

Publicada em 2012 pela Carlini e Caniato Editorial, “Conhecendo a Fauna do Pantanal de A a Z” tem 240 páginas dedicadas a alfabetização infantil. O livro é dividido em 26 unidades temáticas (A a Z), cada unidade com um animal em destaque representando a letra inicial de seu nome. Por exemplo: Unidade 3 – letra “C” – Colhereiro.

Ao longo dessas unidades várias atividades relacionadas aos animais e a letra em questão são trabalhadas junto aos alunos, com situações de observações sobre quantidades de letras, letras repetidas, letras iniciais, letras finais, maior e menor palavra, quantidades de sílabas, etc.

Sobre as autoras

Autoras Jornal 02

Iraci C. Romagnolli Dias é natural do interior de São Paulo, formada em Pedagogia Infantil, pela Universidade de Cuiabá e especialista em Educação Infantil, pelo Instituto de Pesquisas Avançadas em Educação, do Rio de Janeiro. Iniciou a profissão na Classe de Alfabetização, em Cuiabá (MT).Escreveu outros livros: “Serelepiando com poesia”, “Bichos, Gente, Ambiente” e, em coautoria, “Bichonário do Pantanal”. Faleceu em 2016. Sua obra “Zé Bagre pelo Pantanal” está com lançamento previsto para julho de 2016.

Teresinha Helena da S. Ferreira é de Visconde do Rio Branco, interior de Minas Gerais. Ainda na adolescência lecionou na zona rural, seu primeiro contato com a sala de aula, mas foi em Mato Grosso, na década de 1970, que a experiência como professora se tornou significativa, quando passou a alfabetizar crianças da rede pública.

Onde comprar

Você pode adquirir o livro “Conhecendo a Fauna do Pantanal de A a Z” clicando AQUI.

 (Da Assessoria)